sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Neymar exige que diretoria do PSG negocie Cavani, diz jornal

A polêmica nas cobranças de falta e pênalti no jogo contra o Lyon e a suposta briga com Cavani dentro do vestiário irritaram o brasileiro Neymar. Tanto que ele já teria dado um ultimato à diretoria do PSG e exigido a saída do centroavante uruguaio, que agora, pelo que tudo indica, é seu desafeto dentro do clube.

As informações são do diário espanhol Sport, que revela o pedido de Neymar ao presidente Nasser Al-Khelaïfi. Ainda segundo a publicação, o camisa 10 avisou que a convivência com Cavani dentro do time é impossível e, por isso, pediu a sua transferência o mais rápido possível.

O cenário ideal seria no mercado de inverno na Europa, no mês de janeiro de 2018, mas como o uruguaio já atuou pelo PSG na Liga dos Campeões, ele não poderia defender outro grande clube que esteja envolvido nesta competição. A saída de Cavani, caso a exigência de Neymar seja mesmo atendida, pode acontecer ao final da temporada.

Briga no vestiário

Depois da vitória por 2 a 0 sobre o Lyon, no domingo passado, os dois atacantes se estranharam no vestiário, discuriram feio e quase chegaram às vias de fato. Segundo o "L'Equipe", outros companheiros de time tiveram que conter os ânimo.  A publicação conta que Neymar tem o apoio de todos os outros jogadores brasileiros do elenco parisiense - Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Lucas -, além do ex-lateral Maxwell, que atualmente trabalha na diretoria do clube.

A polêmica em campo

Já no segundo tempo do jogo contra o Lyon, com o resultado ainda sem gols, Neymar foi derrubado na entrada da área e Cavani se ofereceu para bater, mas Daniel Alves retirou a bola à força das mãos do uruguaio e entregou para o camisa 10 do   PSG , que fez a cobrança. O goleiro Anthony Lopes fez bela defesa.

Depois, na reta final do duelo, já com a equipe parisiense vencendo por um gol, Mbappé foi derrubado na área e o pênalti foi assinalado. Cavani pegou a bola e colocou na marca para fazer a cobrança, mas Neymar se aproximou para tentar bater a penalidade. O brasileiro não conseguiu convencer o uruguaio, que parou nas mãos do arqueiro do Lyon, desperdiçando a chance.

Fonte: iG

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

RETROSPECTIVA E REFLEXÃO

Não quero aqui fazer uma “lavagem de roupas”, pois poderia me tornar enfadonho. Quero apenas, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*