sábado, 23 de setembro de 2017
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Maceió registra 2 mil novos casos de Aids; ranking mostra bairros com maiores números

tnh1

Mais de dois mil casos de pessoas com Aids foram notificados em Maceió entre os anos de 2007 e 2016. Desse total, 571 já morreram. Os dados são de um levantamento feito pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan Net), divulgado ao TNH1 pela Secretaria Municipal de Saúde.

O resultado é considerado preocupante pela Gerência de Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis da SMS, porque pressupõe um número muito maior de pessoas infectadas com o vírus HIV.

O que chama atenção para a pesquisa é a revelação dos bairros com maior incidência da doença. Jacintinho aparece em primeiro lugar com 214 novos casos descobertos no período do levantamento. Em seguida, vem o Benedito Bentes, com 165, e o Clima Bom, com 71 (veja tabela abaixo).

Na tentativa de reduzir esse número e antecipar o tratamento das pessoas infectados, a secretaria oferta testes rápidos e distribui preservativos por meio de equipes do Consultório na Rua. Também há promoção de atividades educativas em escolas e comunidades, manutenção de Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs) itinerantes para diagnóstico precoce, além da capacitação de profissionais e universitários das áreas de saúde para a abordagem específica junto às áreas mais vulneráveis.

Aids x HIV

Os portadores do HIV (vírus) só desenvolvem a síndrome (Aids) quando os micro-organismos não conseguem mais se defender das doenças provocadas por fatores externos. Isso acontece após a infecção pelo HIV parar o funcionamento das células, deixando deficiente o sistema imunológico.

As pessoas que vivem com Aids são atendidas exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), como prevê a legislação. Em Maceió, esse atendimento é realizado pelas unidades PAM Salgadinho (Bloco I), Hospital Escola Hélvio Auto (HEHA) e Hospital Universitário (HU).

O paciente tem direito a receber medicamentos básicos, e também medicamentos e equipamentos de alto custo, que mantenham sua vida e sua saúde.

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Agropecuarista é morto dentro da própria fazenda em Branquinha

Um agropecuarista foi morto na noite desta quinta-feira (21) no município de Branquinha, interior de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*