sábado, 23 de setembro de 2017
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Ajude a reduzir o roubo de celulares

 

Polícia cumpriu 13 mandados de busca e apreensão de celulares numa operação onde foram apreendidos mais de mil aparelhos, estima delegado.

 

Uma operação da Polícia Civil (PC) flagrou nove pessoas suspeitas de receptação de produtos roubados em lojas do centro de Arapiraca, Agreste de Alagoas, na manhã desta quarta-feira (10). Todos os suspeitos serão investigados por receptação pela Central de Polícia de Arapiraca, para que seja comprovada que a mercadoria é de origem criminosa.

Esse tipo de crime pode ser bastante reduzido e, possivelmente levado a perto do zero, caso os usuários tomem providências simples para poder bloquear o aparelho em caso de roubo ou extravio. Desta forma os aparelhos não poderão ser utilizados e perderão o valor para o criminoso.

Para bloquear o aparelho basta guardar o IMEI do seu celular para bloqueá-lo em caso de roubo ou furto. Com o código *#06# você tem acesso ao seu IMEI que são 15 números para cada operadora.

Caso você não tenha mais acesso ao celular, procure o IMEI na embalagem do produto, que estará próximo a um código de barras.

Se você não tem mais o aparelho e nem a caixa, ainda há salvação para os usuários de Android. Acesse o Google Dashboard e expanda o menu Android. Uma lista de todos os aparelhos atrelados ao seu Google Play serão exibidos, acompanhados dos respectivos códigos IMEI.

Com o roupo ou perda do aparelho é só ligar para a sua operadora e fornecer o número do IMEI e seu aparelho será imediatamente bloqueado. Lembre-se que este procedimento deve ser feito para cada operadora que tiver sido registrado o seu aparelho.

Resumindo - o consumidor poderá bloquear seu aparelho por duas formas: ligando para a prestadora e informando apenas o número da linha, ou diretamente na delegacia de polícia, quando estiver registrando o boletim de ocorrência. Mais de 6,5 milhões de celulares roubados, furtados ou extraviados já estão registrados no CEMI e não podem mais ser utilizados. O objetivo da medida é desestimular o roubo de smartphones: como o aparelho ficará inutilizado e não poderá mais ser ativado em nenhuma operadora, o dispositivo perde valor de mercado. Desde dezembro de 2014, o bloqueio vale não apenas para o Brasil, mas para todo o mundo, já que o CEMI foi integrado à base mundial de celulares administrada pela GSMA.

A orientação da agência é que, antes de adquirir um celular, especialmente no caso de equipamentos de segunda mão, o consumidor verifique se o IMEI do aparelho não está bloqueado por roubo ou furto. Isso poderá ser feito no consultaaparelhoimpedido.com.br.

Outras informações: AnatelIMEI

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Agropecuarista é morto dentro da própria fazenda em Branquinha

Um agropecuarista foi morto na noite desta quinta-feira (21) no município de Branquinha, interior de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*